voltar

Depois dos 40 anos nossas cartilagens começam a sofrer desgastes.

Data de postagem 29/05/2017 | escrito por
Treinando depois dos 40
Treinando depois dos 40 anos

Depois dos 40 anos nossas cartilagens começam a sofrer desgastes.

Em geral é depois dos 40 anos que começamos a perceber que o envelhecimento está batendo à nossa porta. Começamos a notar que algumas coisas pequenas nos limitam movimentos e que nossa aptidão esportiva começa a sofrer interrupções por lesão. Tentamos voltar para a academia e não conseguimos ou desistimos por nos deparar com incômodos que antes eram mais facilmente superáveis.

Demora um pouco mais para uns que para os outros, mas chegamos à conclusão que precisamos mudar as coisas para obter resultados satisfatórios, apesar de menores que antes.

Na verdade fomos projetados para caçar e correr de leões por 40 anos e não passávamos disso. Nos últimos anos a medicina mudou nossa expectativa de vida de 70 anos para mais de 90.

Alguns médicos até arriscam dizer que passamos a ter 2 certezas na vida:

1 – A morte;

2 – Vamos ter artrose.

A ARTROSE (OSSO RASPANDO EM OSSO).

A artrose não é nada mais que o desgaste das cartilagens que “amortecem” nossas articulações. Sem cartilagem osso raspa em osso e isso dói!

Além disso as fibras dos tecidos músculo-esquelético vão começando a se desidratar e o processo de “romper e regenerar” da musculação começa a falhar. Regenerar fica mais difícil abrindo espaço para as lesões.

Não bastasse, ainda temos as questões posturais nos rondando. Nosso cérebro está nos colocando em equilíbrio e brigando com a gravidade há cada milésimo de segundo.

Nesse esforço constante, podemos estar rotacionando nossos eixos posturais e compensando uma dor num joelho, por exemplo, “aliviando” essa dor numa vértebra lombar, que por consequência, pode estar forçando um dos ombros.

Esse é apenas um exemplo das muitas possibilidades que podem estar acontecendo comigo ou com você neste momento.

Ainda no exemplo anterior, da dor no joelho, se você for treinar sem um cuidado especial, um exercício mal conduzido, pode te levar a 3 pontos de risco. O próprio joelho e os dois pontos de compensação: a vértebra lombar e o ombro.

Aos 40 ou mais, esses problemas são muito mais frequentes do que pensamos. Achamos que estamos 100% saudáveis, mas basta uma avaliação Fisioterapêutica Postural para identificarmos pontos gatilho ou verdadeiras “bombas relógio” espalhadas pelo nosso aparelho músculo-esquelético.

Exercícios mal orientados, sem a devida preocupação com a postura corporal podem resultar em lesões que vão se arrastar às vezes por anos e por vezes, até se resolver somente por cirurgia.

Somos convictos no pensamento que após os 40 precisamos de cuidados especiais que trabalhem a promoção de saúde e não mais a busca pelo Fitness.

Por essa razão, oferecemos ao nosso cliente um time de fisioterapeutas especializados para  geração de benefícios terapêuticos.

Solicitar informações da Vincere
Solicitar informações da Vincere

Siga-nos no Instagram @vincere.fisio

Conheça nossas soluções Acesse