voltar

Mas e o idoso, pode fazer musculação?

Data de postagem 26/10/2016 | escrito por
Supervisionada para Idosos

Quando estamos saudáveis não nos damos conta que, ao nos acomodar e deixar de nos exercitar, estamos perdendo massa muscular e força, consequentemente ficamos mais sujeitos a lesões e a chegada das dores.

A musculação promove o crescimento da força muscular mantendo aptidões físicas mínimas para nossa independência na realização de atividades rotineiras como lavar uma louça, dar uma volta no quarteirão ou até a dificuldade que vemos em alguns idosos, de levantar-se da cadeira.

Veja as situações mais frequentes em que o benefício da musculação é fundamental:

Dores articulares

Devemos evitar ao máximo o enfraquecimento dos músculos por falta de uso. Vamos lembrar que músculos fortes aliviam a carga sobre as articulações. Ou seja, músculos fracos fazem com que as articulações sejam sobrecarregadas até mesmo nos esforços da vida diária e mesmo na ausência de processos patológicos.

Equilíbrio

Você sabia que a capacidade de locomoção pode ser seriamente afetada pela redução da força muscular? A força é a aptidão mais importante para manutenção da postura e do equilíbrio, além da capacidade de aceleração dos passos e vai ser a grande responsável pela diminuição das quedas domésticas.

Emagrecimento

Pessoas mais fortes, realizam esforços recrutando menor quantidade de fibras musculares e portanto, evitam elevações acentuadas de frequência cardíaca e de pressão arterial nos esforços da vida diária, diminuindo assim o risco de acidentes cardiovasculares.

Flexibilidade

A musculação também favorece a flexibilidade e a capacidade de realizar movimentos amplos. O sedentarismo tende a reduzir a flexibilidade e gerar dor articular e rigidez muscular. No entanto, mesmo na presença de doenças, exercícios bem indicados podem promover ganhos de flexibilidade. Ou seja, treinar musculação mesmo com dor, nem sempre é errado.

Cardiovascular

Por fim, temos a aptidão cardiovascular que através da musculação também apresenta bons resultados, embora sem valores elevados de VO2 máximo, mas suficientes para pessoas que estão saindo da condição sedentária ou os mais idosos, que não têm mais a possibilidade de praticar natação ou corrida.

Na Vincere a musculação terapêutica para idosos e a musculação supervisionada para os acima de 40, é oferecida como ferramenta de promoção da saúde e previdência de articulações pensando na maior longevidade que a medicina vem nos proporcionando.

Musculação agora, para seu EU de hoje e de amanhã.

Siga-nos no Instagram @vincere.fisio

Conheça nossas soluções Acesse