voltar

O que é cartilagem

Data de postagem 22/06/2022 | escrito por

O método Vincere consiste na recuperação e manutenção da independência e vida funcional para pessoas acima dos quarenta anos por meio de práticas que buscam promover, entre outros, a recuperação da cartilagem. Mas o que é cartilagem e por que é tão importante recuperá-la e ter cuidados diários com ela?

cuidados com a cartilagem

Não é raro ouvirmos alguém falar de cartilagem como se fosse um mal ou grande vilão da perda de movimento e até mesmo do sedentarismo:

Ele parou de andar por causa da cartilagem!

Aquela moça está mais gorda porque não consegue mais fazer exercícios porque esta acabou sua cartilagem no joelho.

Aquele senhor não consegue levantar da cama porque perdeu a cartilagem.”

Devemos ter muito cuidado com o que ouvimos, afinal, de fato, alguém pode parar de andar por motivo do desgaste da cartilagem do joelho ou do quadril, ou um amigo próximo pode ter dores por falta de cartilagem no pulso.

A cartilagem não é uma vilã, muito pelo contrário, ela é essencial para uma vida sem dores e sem limitações ou medos de se movimentar.

Lembre-se sempre, não é a cartilagem que provoca as dores ou as limitações, mas sim a falta ou o desgaste da cartilagem.

O que é cartilagem

Antes de tudo devemos expor que falamos aqui das cartilagens ósseas, em especial aquelas que estão nas articulações do corpo.

Cartilagem, de forma simples, é o tecido que mantém bom e suave os atritos dos nossos ossos dentro do nosso corpo. Em outras palavras, a cartilagem é responsável por fazer movimentar o nosso corpo sem dores ósseas.

Além disso, o tecido cartilaginoso também auxilia no impacto das nossas articulações, promovendo uma movimentação do corpo mais fluida e gostosa de ser feita.

Pense que o nosso corpo é como uma grande máquina ou um mecanismo complexo. A cartilagem é justamente a graxa que mantém o atrito das peças baixo e faz que todo e qualquer processo (movimento) seja executado de forma satisfatória e sem entraves.

Para que serve a cartilagem

A cartilagem serve para inúmeras aplicações dentro do nosso corpo, desde o desenvolvimento e precursão dos ossos nos recém-nascidos até a composição, quase que total, de alguns órgãos como orelhas e nariz.

O nosso método busca e vê a cartilagem como alvo de melhoria de qualidade de vida, porque entendemos que a melhor maneira de programação e preparo para uma vida mais longeva, saudável e independente é o movimento.

Com o movimento buscamos mais condicionamento cardiovascular, fortalecimento do tecido musculoesquelético e principalmente flexibilidade e independência. É praticamente impossível ter tudo isso sem uma boa saúde cartilaginosa.

A cartilagem serve justamente para isso: alcançar o movimento gostoso de ser feito, sem dores e que liberta e promove a independência, independente da idade.

Como saber como está a saúde das minhas cartilagens

Você sente dores ao se movimentar? Uma simples caminhada parece um martírio para você? Quando se agacha para pegar alguma coisa os seus joelhos te fazem reclamar? Parece que depois que você envelheceu tudo ficou mais difícil?

Se a resposta para essas perguntas foi “sim” então a saúde das suas articulações está crítica e o mais recomendado é buscar um médico o quanto antes.

Mas nem sempre é assim.

desgastes nas cartilagens

Nem sempre conseguimos descobrir como andar o nosso corpo apenas sentindo dor notando alguma diferença no nosso dia a dia. Na verdade, quando notamos esses sintomas já estamos sofrendo há muito tempo.

O cenário perfeito para a um bom diagnóstico das cartilagens é se consultar com um bom profissional, certificado, capacitado e com uma boa bagagem de experiência adquirida com a vida profissional em si e também com cursos e certificações.

Lembre-se, um diagnóstico preciso é uma prudência que garante muito mais qualidade de vida a qualquer um. O melhor remédio para qualquer doença é a prevenção e é por isso que devemos buscar a melhor resposta para tudo aquilo que nos empenhamos em descobrir.

Como melhorar a saúde das minhas cartilagens

A melhor medicação é o movimento e a prudência, por isso não negligencie a sua saúde por falta de motivação ou por simplesmente “estar se sentindo bem”. Muitas vezes nos sentimos bem e mesmo assim podemos sofrer com alguma carência nutricional, problema de postura ou até mesmo doenças mais sérias.

Os profissionais recomendam sempre fazer um check-up anual e estar a par de como está o seu corpo para ter uma justa e correta manutenção do seu principal ativo: a sua vida.

Há dois grandes quadros que podemos desenhar em cima do cenário da saúde da cartilagem:

  1. Pessoas que já sofrem com dores nas articulações;
  2. Pessoas que não querer sofrer com a perda das cartilagens

#1 Pessoas que já sofrem com dores nas articulações

Para quem já sofre com problemas nas articulações o mais recomendado é ter o acompanhamento de um médico associado a um profissional capacitado para frear o avanço do desgaste das cartilagens e buscar treinos e exercícios regenerativos para a situação.

cartilagem

Além dessas recomendações é possível buscar alternativas complementares por meio da alimentação, descanso e também terapias de baixo impacto e que não comprometam qualquer evolução no tratamento.

#2 Pessoas que não querem sofrer com a perda das cartilagens

Para aqueles que pretendem evitar dores e dependências futuras o mais recomendado é buscar desde já o movimento e a atividade física como prevenção.

O melhor caminho é ter um local bom e funcional que atenda todas as suas expectativas quanto a manutenção da cartilagem e também para a melhoria da sua qualidade de vida como um todo.

o que é cartilagem

Se movimentar por si só não previne problemas posturais ou de musculatura esquelética ou cartilaginosa. O movimento pode até mesmo atrapalhar e prejudicar, se for mal executado.

Você deve ter acompanhamento de um profissional capacitado, dinâmico e que vá na raiz das suas questões, trabalhe a sua especificidade como um todo e não apenas de uma maneira genérica.