voltar

O que é a desidratação e como preveni-la

Data de postagem 20/06/2017 | escrito por
Homem tomando água

Desidratação: perda de líquido no corpo sem a devida reposição.

A desidratação ocorre quando o corpo usa ou perde mais líquido do que o ingerido. Quando isso acontece, seu corpo tem dificuldades para realizar suas funções normais. Se você não repõe os líquidos que são utilizados ou perdidos ocorre a desidratação.
Conforme ocorre o envelhecimento nos tornamos mais suscetíveis à perda de líquido no corpo por várias razões: a capacidade do organismo para conservar a água é reduzida, o senso de sede torna-se menos aguçado e há uma menor capacidade de responder às mudanças de temperatura.
Esses problemas são agravados por doenças crônicas, como diabetes, demência e pelo uso de certos medicamentos. São causas de desidratação em idosos: medicações (diuréticos e laxantes), hiperglicemia (altos níveis de açúcar no sangue), diarreia e vômitos, exposição a altas temperaturas, infecções, entre outros.

Alerta: Os sinais discretos da desidratação.

Muitas vezes os sinais de desidratação são muito discretos como confusão, fraqueza muscular, constipação, olhos profundos, tontura, cãibras, dor de cabeça, febre, irritação, taquicardia, pele seca, hipotensão, menor produção de urina, entre outros. Em casos mais sérios pode levar à falência dos rins, coma, anormalidades nos minerais do sangue (sódio e potássio).
A melhor maneira de prevenir a desidratação em idosos e as suas consequências é a ingestão de quantidades de água e de outras bebidas saudáveis como sucos e água de coco. A quantidade recomendada é de mais ou menos 1,7 litro por dia.
Para o idoso é recomendado ter uma pessoa para “lembrá-lo” da necessidade de tomar o líquido durante o dia.
Na Vincere sempre orientamos e estimulamos nossos alunos e pacientes a tomarem água de várias formas. Começamos a implementar a nossa campanha “corrente de água”, visando a integração dos alunos e ao mesmo tempo criando a consciência da importância da hidratação.
Quer mais informações da Vincere?
Siga-nos no Instagram @vincere.fisio